Outubro Rosa

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

Sinais e sintomas

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos

Ao identificarem alterações persistentes nas mamas, as mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica. No entanto, tais alterações podem não ser câncer de mama.

Fatores de proteção

Estima-se que 30% dos casos de câncer de mama possam ser evitados quando são adotadas práticas saudáveis como:

  • Praticar atividade física;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Amamentar

Fonte: INCA (Instituto Nacional de Câncer)

 

10_outubro rosa

Combustíveis

Em agosto de 2016, de acordo com dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilados pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), o consumo de combustíveis (etanol hidratado carburante e gasolina C) pelos veículos leves do ciclo Otto no Brasil manteve o ritmo de alta do mês anterior, totalizando 4,48 bilhões litros.

Este volume corresponde a um crescimento de 2,77% em relação ao mês de julho e a uma elevação de 2,05% quando comparado a agosto de 2015, período em que se registrou o consumo total de 4,39 bilhões de litros de combustíveis.

Etanol

A demanda específica pelo etanol no País também manteve a tendência de crescimento, somando 1,35 bilhão de litros, incremento de 2,77% ante o mês anterior. Percentual idêntico ao observado no consumo total de combustíveis. Esta expansão do renovável aconteceu tanto na região Centro-Sul (1,26 bilhão de litros) como Norte-Nordeste (88,74 milhões de litros), com variação de 2,9% e 0,8%, respectivamente.

Na avaliação entre os principais estados consumidores de etanol hidratado, o destaque vai para o aumento verificado no Mato Grosso (+5,0%) e Paraná (+2,7%). Em São Paulo, mercado que representa mais da metade do biocombustível de cana consumido no País, o crescimento foi de 4,04% em relação a julho de 2016 (782,39 milhões de litros) e de 8,32% em comparação a junho, contra um incremento de apenas 3,62% do seu concorrente fóssil.

Gasolina

Assim como relatado no etanol hidratado carburante, o volume de gasolina C (com 27% de etanol anidro na composição) demandado no Brasil no mês de agosto também apresentou evolução de 2,77% em relação a julho, registrando 3,53 bilhões de litros.

Regionalmente, tanto no Centro-Sul (2,53 bilhões de litros) como no Norte-Nordeste (1,00 bilhão de litros), houve expansão das vendas com ampliação de 2,6% e 3,2%, respectivamente.

Fonte: Unica

Reflorestamento

Cerca de 265 mil hectares serão recompostos com mata ciliar

Em 2007, com a assinatura do Protocolo Agroambiental, um dos compromissos do setor sucroenergético paulista foi recompor áreas verdes, só em relação a mata ciliar o total de área a ser recuperada é em torno de 265 mil hectares, sendo 77% em áreas de usinas e 23% em áreas de fornecedores.

Em 2013, no Estado de São Paulo, 5.180.349 hectares estiveram comprometidos com boas práticas agroambientais pelas usinas e associações de fornecedores signatárias do Protocolo. Essa área corresponde a 25,3% da área agricultável do Estado de São Paulo, de 20.504.107 hectares.

Verificou‐se que, ao longo do período analisado, houve um incremento de 1,21 milhão de hectares na área total compromissada pelas unidades agroindustriais, que incluem, além da área de cultivo de cana, as áreas ciliares, os parques industriais e as benfeitorias, representando 45% de
aumento em relação a 2007. Em relação às associações signatárias, o aumento foi de 17% a partir de 2009, ano em que seus Planos de Ação foram entregues e seus dados começaram a ser computados.

Segundo levantamento da vegetação original do Estado de São Paulo, feito pelo Instituto Florestal de São Paulo e divulgado em 17 de março de 2014, a área ocupada pela vegetação nativa do estado cresceu pela segunda década consecutiva e, ainda que retalhada em centenas de milhares de fragmentos menores que um campo de futebol, alcançou um espaço semelhante àquele pelo qual se espalhava no início dos anos de 1970.

Hoje, 4,34 milhões de hectares de campos e florestas em diferentes estágios de conservação – em especial, Mata Atlântica – cobrem o correspondente a 17,5% do território paulista. Até onde se sabe, essa área verde é praticamente a mesma que os 4,39 milhões de hectares que as florestas nativas ocupavam 40 anos atrás e maior que o registrado no início dos anos 2000, que foram 3,46 milhões de hectares de Mata Atlântica, Cerrado e manguezais.

Uma tendência foi detectada no estado nos últimos 20 anos, quando, possivelmente pela primeira vez desde o início da colonização do país pelos europeus, a vegetação nativa paulista deixou de encolher e passou a crescer.

Para que o Estado atingisse estes números, as unidades signatárias do Protocolo Agroambiental têm importante papel. Desde a assinatura do Protocolo, usinas e fornecedores de cana se comprometeram a proteger e recuperar 299.038 hectares de matas ciliares e mais de 9.300 áreas de nascentes. Destes números totais, as unidades agroindustriais assumiram recompor 233.046 hectares, e os fornecedores de cana, 65.992 hectares.

Um exemplo do esforço no atendimento ao Protocolo Agroambiental é a criação de viveiros de mudas nativas várias unidades. Esses viveiros fornecem mudas para projetos de restauração das próprias usinas, e em menor escala para parceiros agrícolas, fornecedores de cana e municípios vizinhos.

Fonte: CanaOnline

Homenagem

Para homenagear os pais colaboradores, a Thermic entregou uma geleia de pimenta com o slogan: “Pimenta é para os fortes. E assim é você! Feliz Dia dos Pais”

agosto 2016 377 agosto 2016 385 agosto 2016 382 agosto 2016 384 agosto 2016 383 agosto 2016 387 agosto 2016 388 agosto 2016 390 agosto 2016 392 agosto 2016 393 agosto 2016 394 agosto 2016 396

Esportes

Trio da Polônia vence torneio de vôlei de praia no Interthermic

Com uma campanha de cinco vitórias em cinco jogos, a equipe da Polônia, formada por Alexandre da Silva, Marcio Faxina e William Paiva, consagrou-se campeã do torneio de vôlei de praia do Interthermic 2016.

A decisão foi contra a equipe da Romênia, que sucumbiu diante da ótima performance dos “poloneses”. O placar foi fechado em 2 sets a 1 em jogo disputado na manhã do dia 6 de agosto. Os “romenos” – Allison Paes Bene, Anisio de Barros Neto e Keven Wyslan – comemoraram a prata.

Até a decisão, o trio da Polônia bateu a Suécia (2 sets a 1) na estreia, a Noruega (2 sets a 0), a Finlândia (2 sets a 1) e a Dinamarca (2 sets a 0) na semifinal.

site3

site2

site

Ultrax conquista o título do Interthermic 2016 no futebol

Em uma partida bastante disputada contra a Thermic A, a Ultrax garantiu o primeiro lugar do pódio no torneio de futebol society do  Interthermic 2016. Os campões venceram os adversários na final por 2 gols a 1, em jogo disputado na manhã de 6 de agosto.

Com a vitória, a Ultrax garante a vaga municipal para a fase regional do Jois 2016, que será realizada dia 21 de agosto, em Jaú.

 

tabela_melhor  Trofeu Medalhas

20160806_112224

20160806_112109

20160806_101639

20160806_101434

 

Setor sucroalcooleiro

A notícia não poderia ser melhor. A Cooperativa Agrícola de Produtores de Cana de Campo Novo do Parecis Ltda. (Coprodia) foi eleita pela revista Exame como a melhor empresa do setor sucroalcooleiro no ano de 2015. A informação foi divulgada na edição especial Melhores & Maiores 2016 da Exame (Leia a reportagem completa: http://parecis.net/portal/noticias/geral/19187-coprodia-e-a-melhor-do-pais-no-setor-de-acucar-e-alcool-em-ranking-elaborado-pela-revista-exame.html)

A Coprodia, que fica no Estado do Mato Grosso, é cliente da Thermic há muitos anos. O presidente da Cooperativa, Luís Carlos Loro, recebeu o certificado da revista nos últimos dias.

No ano passado, a companhia produziu 160 milhões de litros de etanol e 1,7 milhão de sacas de açúcar. Sua margem de vendas, de 18%, foi uma das melhores do setor.

História

Fundada em 24 de novembro de 1980, localizada na época no município de Diamantino (MT), numa região sem nenhuma infraestrutura, a Coprodia cresceu e, com muita coragem e determinação de seus fundadores, enfrentou as dificuldades e hoje colhe resultados que fazem da região onde está instalada o maior chapadão cultivável do mundo.

Atualmente, a Cooperativa fica na BR 364, km 864, zona rural na cidade de Campo Novo do Parecis (MT), localizada a 380 quilômetros da capital do Estado. Emprega cerca de 1.600 funcionários diretos e 48 cooperados.

A Coprodia tem uma área de 35 mil hectares cultivados. A colheita é 99% mecanizada.

 

g_coprodia-usina-de-alcool-e-acucar-fotoxandy-rolim

5d55d621-0a59-4edb-8b5e-d50110ddf670

Teatro

Uma peça ambientada na Vila do Chaves, conscientizando sobre a importância de todos para garantir a segurança no trabalho, encerrou a 7ª Sipat. No elenco, os colaboradores da Thermic deram um show de criatividade, companheirismo e bom humor.

IMG_6552 IMG_6553

IMG_6556 IMG_6560 IMG_6565 IMG_6569 IMG_6586 IMG_6587 IMG_6593 IMG_6594 IMG_6620 Capa 2 IMG_6622 IMG_6624

 

 

 

 

 

 

Sipat 2016

Com o tema “Pense nas coisas que não voltam – Faça tudo com segurança”, a Thermic realizou a Sipat 2016. Este ano, o evento foi realizado no teatro Municipal “Flávio Razuk” durante o dia 25 de julho.  Jogos, palestras e diversão contribuíram para integrar todos os colaboradores.

Na abertura, um animado jogo fez a integração entre os colaboradores

Foto1 IMG_6461

Foto_1 IMG_6453

IMG_6492

Os organizadores: Edemilson, Melina, Mariana, Felipe e Rafael

As palestras levaram muita informação

Foto2

Carlos Jacoia, Engenheiro de Segurança, palestra: “Atitudes seguras geram prevenção da vida”

Foto3
Thais Ferguson, Nutricionista, palestra: “Alimentação Saudável”

Foto5
Marcelo Rosa, Técnico de Segurança do Trabalho: “Utilização e Higienização de EPIs”

Foto6

Dr. José Eduardo Antunes Pinheiro: “Doenças Respiratórias”

 
Foto4

Angelo Otávio, Professor, Palestra Interativa: “Segurança se faz em equipe”

 Sorteio de brindes

IMG_6613 IMG_6615

 

 

 

 

 

São João

Para comemorar o dia de um dos santos que fazem parte das festas juninas, a Thermic preparou uma surpresa para os colaboradores. No dia 24 de junho, sexta-feira, dia de São João, todos receberam um kit junino com doces tradicionais que estão sempre presentes nas festanças desta época do ano.

IMG_5714

IMG_5726

IMG_5728

IMG_5719

Dia do Desafio

No dia 25 de maio, os colaboradores da Thermic tiveram uma tarde diferente. Eles participaram do Challange Day, ou Dia do Desafio, um evento mundial que tem como objetivo incentivar a população de vários continentes a praticar atividades físicas. Neste ano, Pederneiras competiu com a cidade cubana de San Juan Y Martínez.

IMG_5221 IMG_5227 IMG_5230